O papel do dermatologista no câncer de mama

09/10/2018


Uma vez feito o diagnóstico de câncer de mama, o dermatologista tem papel importante, pois os cuidados com a pele, unhas, cabelos e outras ações no dia a dia são fundamentais nessa fase. Alguns procedimentos do tratamento também exigirão métodos preventivos com a pele.

No caso da radioterapia, por exemplo, poderão surgir queimaduras na pele. Então, antes de mais nada, é recomendado o uso diário de protetor solar, no mínimo, FPS 30. Na maioria desses casos é importante lavar o local com sabonete neutro, manter a área limpa e seca, evitar produtos à base de álcool e perfumes e evitar tomar sol no local. Entretanto, como a abordagem terapêutica depende do grau de acometimento, é necessária a avaliação e recomendação formal e presencial de um dermatologista.

Se o tratamento for com quimioterapia, podem ocorrer vários efeitos dermatológicos, como ressecamento da pele, coceiras, alterações na pigmentação, surgimento de acne, síndrome mão-pé (ressecamento que pode causar rachaduras, vermelhidão, descamação), problemas nas unhas devido à baixa da imunidade, muita sensibilidade ao sol e a tão conhecida queda dos cabelos.


 


Compartilhe Essa História, Escolha a Sua Plataforma!

voltar

 

hidea.com - agência web
Copyright © SBD-PR - todos os direitos reservados